09/09/2008

?????

O tempo todo a gente ta tentando, não sei se fugir de nós mesmos, mas de alguma forma tentando ser alguma coisa q idealizaram pra nós.
As vezes é preciso parar de pensar, pra que o pensar não paralise vc.
O que é uma vida boa e feliz?Boa pra quem? Feliz? Que felicidade é essa que todo mundo busca?A partir do momento que se está satisfeito com alguma coisa, vc olha para outro lado e imediatamente sua felicidade transforma-se em “desejo de felicidade”. Acho q não seria interessante ser apenas feliz. Preciso da tristeza como hiato nessa enxurrada de felicidade, que confesso qse envergonhada em não acreditar. Acusar-me-iam de pessimista. E se eu dissesse que me sinto a vontade também, na chama tristeza. Falo chamada aqui, pq não acredito que se dê para rotular esse emaranhado de sensações q intitulam de felicidade ou tristeza ou qq outro sentimento que seja. Não acredito em sentimentos, eu sinto. E reconheço as sensações, mas se tento colocá-las em palavras elas saem sem graça demais. Saem muito aquém do parque de diversões que foi sentir.
‘um posto se aproximando, o freio do carro parou. Meu carro e o poste, uma distancia menor do que um fio de cabelo”
Vai lá tentar dar um nome pra isso!
“-Eu quero casar com vc, entende? Casar! Eu te amo, quero a vida toda com vc...assim....
-Eu não te amo mais”

Que desespero tentar arranjar um nome para um sentimento. O q seria?
Raiva?
Ódio?
Tristeza?
Indignação?
Aguardo respostas...


mel

Um comentário:

Rafaela Figueiredo disse...

deixo um trecho de intertexto meu:

"queria não viver de ilusão
queria, por exemplo, acreditar
que o que escrevo
é o que sinto
no entanto, não..."

quem compartilha dessa indignação levanta a mão:
o/